sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Alimentos antioxidantes Como eles ajudam na perda de peso

Você certamente já ouviu falar deles e dos inúmeros benefícios que trazem à saúde. Por isso, vale a pena entender como eles agem no corpo.
Radicais livres x Antioxidantes
Os radicais livres são moléculas produzidas naturalmente pelo organismo durante processos como respiração e produção de energia. Essas moléculas reagem com componentes do corpo, podendo causar diversos danos à saúde.  Para evitar e neutralizar a ação dos radicais livres, o organismo produz moléculas chamadas antioxidantes.  No entanto, o problema acontece quando ocorre um excesso de radicais livres e a quantidades de antioxidantes naturais são insuficientes para neutralizar a sua ação, contribuindo dessa maneira, para o envelhecimento precoce e até mesmo o surgimento de várias doenças.
Antioxidante x Perda de peso
A relação entre os antioxidantes e o controle do peso também é conhecida. Algumas dessas substâncias têm ação anti-inflamatória. Ou seja, além de combater os radicais livres, diminuem a inflamação no corpo. E quanto menos inflamado, o organismo responde melhor ao processo de emagrecimento.
Por isso, para potencializar o emagrecimento, vale aumentar a quantidade de alimentos com ação antioxidantes consumidos. Veja abaixo as principais substâncias antioxidante e onde encontrá-las:
Licopeno
Está em alimentos de cor vermelha como o tomate, melancia, morango, goiaba, pitanga, beterraba.
Betacaroteno
Encontrado em alimentos de cor amarelo-laranja como a cenoura, abóbora, mamão, damasco, manga, batata-doce
Flavonoides
Encontrado em alimentos como o chá verde, brócolis, salsa, suco de uva integral, nozes e chocolate amargo.
Vitamina A
Presente em alimentos como fígado, gema de ovo, leite, manteiga, folhas verde-escuras, frutas e hortaliças de cor amarela e laranja
Vitamina C
Está nas frutas cítricas (laranja, kiwi, acerola, abacaxi, entre outras), tomate e pimentão.
Vitamina E
Encontrada em alimentos como óleos vegetais, gema de ovo, frutas oleaginosas, gérmen de trigo e manteiga.
Selênio
Disponível em cereais integrais, leite, manteiga, pão integral, aveia, salmão, camarão e oleaginosas.
Cobre
Achado em alimentos como fígado, nozes, leguminosas e cereais integrais.
Zinco
Está no leite, queijos, ovos, fígado, leguminosas, farelo de trigo, carnes e nozes.
Fonte: Dieta e saúde

terça-feira, 25 de junho de 2013

Armadilhas caseiras que detonam a R .A

Algumas atitudes podem favorecer ao consumo alimentar exagerado, portanto cuidado com as armadilhas do nosso dia-a-dia, principalmente dentro de nossa casa.
  • Deixar alimentos  calóricos visíveis e de fácil acesso:alimentos ricos em calorias  e pobres nutricionalmente (doces, balas, refrigerantes e guloseimas em geral) ao nosso alcance e em locais bem visíveis fará você não resistir a tentação de consumi- los, mesmo estando sem fome.
  • Encher a casa de alimentos diet e light e achar que poderá consumi-los a vontade.Os alimentos diet não têm necessariamente menos calorias. Eles são indicados principalmente para quem possui restrição alimentar devido a algum problema de saúde. Um bom exemplo disso é  o chocolate diet, que não tem açúcar, mas contém mais gordura do que o tradicional. No caso dos alimentos light, eles apresentam em sua composição uma restrição de, no mínimo, 25% em algum nutriente ou mesmo em calorias do que os produtos tradicionais. Mas cuidado, pois se você consumi-los em grande quantidade, engordará da mesma forma.
  • Pular refeições ou não jantar. Quem quer emagrecer não deve pular refeições e ficar muito tempo sem se alimentar. Por mais contraditório que pareça, o jejum faz o corpo economizar energia, tornando o metabolismo mais lento e favorecendo o acúmulo de gordura.
  • Comer frutas à vontade. Tudo precisa ser consumido com moderação, inclusive as frutas. Algumas são ricas em açúcar natural, a frutose e conseqüentemente em calorias, ou seja,  em excesso elas podem engordar.
  • Monotonia alimentarComer sempre a mesma coisa enjoa e desmotiva. Pratos variados e coloridos aumentam a disposição para continuar a seguir a dieta. Além disso, quanto mais colorido e variado, melhor. Cores diferentes apresentam também nutrientes diferentes.
  • Não espere sentir fome incontrolável. Provavelmente você buscará opções práticas e rápidas  que nem sempre são as mais recomendadas, como pratos congelados, prontos ou lanches rápidos, alimentos estes que normalmente são pobres em nutrientes e muito ricos em calorias, conservantes e sódio.
  • Durante a refeição não mantenha as panelas e travessas na mesa. Se as travessas estiverem por perto, a tendência é que se coma mais do que realmente precisa. Monte seu prato no fogão e evite repetições.
  • Saia da mesa imediatamente ao término da refeição. A mesa não é lugar para ficar horas conversando, discutindo, enfim, após a refeição saia imediatamente, para não correr o risco de voltar a se alimentar sem vontade.
  • Balança caseira pode virar neurose. Não suba na balança diariamente, pois isso pode gerar ansiedade e falsas expectativas ou decepções. O ideal é pesar uma vez por semana, e, mesmo assim, saiba que seu peso pode estar mascarado por fatores como ingestão hídrica, hábito intestinal, atividade física,etc.  Melhor do que se orientar pela balança, é verificar suas medidas com instrumentos como  fita métrica, adipometro,etc. Mesmo sem alteração de peso, suas medidas podem ter reduzido, favorecendo assim sua auto-estimae motivando o seguimento da dieta.
  • Estresse não se cura atacando a geladeira. Se você estiver estressado, não busque a “confortona” comida. Você provavelmente ficará pior depois de um “ataque” à geladeira. Há inúmeras outras atividades que provocam boas sensações como leitura de um bom livro, atividade física, yoga, terapias, etc.
  • Compulsão alimentar noturna. O momento mais propício à compulsão alimentar é no período noturno, por isso controle-se, durma cedo e monitore seus comportamentos. Evite “visitar” a cozinha neste período.  Depois do jantar, mantenha distância dos alimentos e não deixe a comida à sua vista.
  • Não coma em frente a televisão. Isso prejudica muito seu auto-controle  principalmente na ingestão de guloseimas. Você perde o controle do que está sendo consumido e principalmente das quantidades.
Fonte:  ANutricionista.Com - Tatiane Trevilato de Brito

quarta-feira, 3 de abril de 2013



PESAGENS

14/01/13: 107,9 kg
04/02/13: 102,2 kg
11/02/13: 100,2 kg
18/02/13: 98,3 kg
25/02/13: 96,7 kg
04/03/13: 94,5 kg
11/03/13: 93,0 kg
18/03/13: 92,2 kg
25/03/13: 91,9 kg
01/04/13: 90,4 kg
08/04/13: 89,3 kg

15/04/13: 87,8 kg
22/04/13:87,7 kg

29/04/13: 87,2 kg
06/05/13 : 86,2 kg
13/05/13: 85,0 kg
20/05/13: 

segunda-feira, 1 de abril de 2013

ANTES E DURANTE

 Na 1ª   estava com 105 kg e na segunda estvaa com 90 kg








quarta-feira, 27 de março de 2013

Mentalize!


Pensamentos de lucro: já tinha ouvido falar nisso?


pensamentos de lucroUma pesquisa  realizada durante um  1 ano com 780 mulheres acima do peso na Nova Zelândia comprovou que mentalizar  uma imagem real associada ao sucesso da dieta é eficaz na hora de dizer ‘não’ à tentação. Como? Quando a tentação por algum alimento ‘engordativo’ tornava-se muito intensa, as voluntárias esforçavam-se para mentalizar a imagem do que elas, já com o peso ideal,  mais gostariam de fazer. Algumas se visualizavam usando a calça jeans preferida que não entrava mais fazia anos; outras se visualizavam dentro de um biquíni ou vestido justo; ou correndo e brincando com os filhos, sem se cansar; ousendo abraçada na cintura (fina!)  pelo namorado; entre outros.
“Pensamentos de lucro”, como foram chamados, ajudaram nos momentos em que os voluntários se sentiram tentados a sair da dieta.

E você? O que é que você vai mentalizar?
Qualquer que seja seu sonho, crie uma imagem real para ele
 e mantenha-o vivo em sua mente, princialmente na hora da tentação!


(fonte: New Zealand  Journal of Medicine, maio 2011)

terça-feira, 26 de março de 2013

Boaa tardeeee..
Sei que ando sumida d maiis... axo que é a correria do estagio, da  semana de provas, dos trabalhos, do tcc.. aiai nao vejo a hora de terminar essa faze da minha vida... quero logo meu diploma de graduação.... rsrsrs
E a RA deu uma estacionada nessa semana que passou.. ;/  é Triste,,mais nessa agora dou um upppp nessa Ra, nada que com força de vontade, determinação  eu nao consiga né;;;

E Desde já boa Pascoa (cuidado com o excesso de chocolate), Bom feriaado pra tooodos nós!

E Parabens pra mim daqui uns diias .. Logo entro na ksa dos 20 anos... passou taooo rapidoo.. kk dias atras tava com meus 15 anos... agora já estou fazendo 20;.... Que Deus me dê muita saude e sabedoriia!
Bom, por mais é só isso.. Espero que a Ra de vcs esteja bemmmm,,
Bjoos pessoas e até maiiis !

terça-feira, 19 de março de 2013

UPDATE 15 KG OFF EM 2 MESES

Boa tarde a toodos ..... Estou aqui pra dizer q sumi pq estava dodoi... Sofri d mais essa semana com a tal da dona M q veio com tudo,,, muita mais muita coliica.. :/
E fiquei sem meu pc porque esqueci ele na ksa da minha irma,, . 1 semana sem pc... aiii como é ruim,,, kkk to viciada ..
Então.. mais o motivo real de minha postagem é poder cmpartilhar com todas voces a felicidade que está em meu coraçãozinho... 15 kg eliminados em 2 meses somente com Ra porque infelismente meus orçamentos nao possibilitam uma academia ainda..
Eé. e eu imaginava que nao conseguiria nemm começar a dar esse passo tao importante em minha vida... Estou muito feliz.. muito mesmo.
Fiz ums exames para verificar minha glicose, triglicerídios, HDL e LDL e uma surpresa me incentivou mais ainda,, estão todos normaiizinhos...
Então vale a pena sim resistir uma pizza, um sorvete, ou coisas do genero pra poder alcançar esse objetivo em minha vida e  nao dar MOTIVOS  para ''atrasar'' minha RA, nao importa o tempo que será preciso para mim chegar nos meus tão desejados 60 kg, o que importa agora é que tem dado certo, e muito certo mesmo. E quem pensa que é impossivel, isso nao é verdade! É POSSIVEL SIM, É POSSIVEL! Estou sendo e serei a prova viva que é possivel sim emagrecer com REEDUCAÇÃO ALIMENTAR!
bjjjsssssss e até mais !

sexta-feira, 8 de março de 2013

''OBESIDADE, A MAIOR EPIDEMIA INFANTIL DA HISTORIA''

Boa tarde povãoo.. Estou passando aqui hoje pra compartilhar com vcs, um filme que realmente me deixou triste, muito triste mesmo ver que a sociedade está nessa situação tão alarmante.. E infelizmente nossos representantes nao estão levando isso tão a sério.
Este filme foi indicado por minha professora  de Dietoterapia, mais eu já tinha começado a assisti-lo antes, só que nao  tinha terminado. Porem, assisti ele agora.
Mamaes e papais do meu blog, nao deixem de assistir, E quando assisti-lo nao deixe seus filhos chegarem a tal situação.. É dificil sabeer que muitos pais são responsáveis por seus filhos terem 10 anos a menos de expectativa de vida, Não estou culpando ninguem aqui, porque infelizmente muitos pais nao sabem o risco que certos tipos de alimentos tem.
Outra coisa é ver que nossas crianças nao sabem nem diferenciar uma mamao de um abacate, nao conhecem o que provavelmente comem, é triste, muito triste!
Vamos investir na saude dos nossos pequenos, crianças com diabetes, colesterol alto, Hipertensão.. meu Deus.o q é isso?
Ainda nao tenho filhos.. mais isso serviu de alerta para mim, p/ quando eu for ter os meus .
Espero que o filme ajudem a voces a terem noção  do que parece tão inofensivo e infelizmente nao é nem para nossas crianças e nem para nós mesmo.
bjus..

quarta-feira, 6 de março de 2013

14 hábitos que detonam sua dieta!


 

habitos que detonam a dieta
Muitas vezes a gente acha que não faz mal. Outras, a gente faz de conta que acredita na velha desculpa “ah, mas é só hoje”. Esse tipo de atitude pode mandar por água abaixo todo o esforço que você faz para emagrecer e ficar fininho.


Os erros mais comuns que podem colocar a dieta a perder:
1. Liberar no fim de semana
Dieta é feita um dia após o outro. Escapar uma ou outra refeição, tudo bem. Mas o fim de semana inteiro? Não dá.

2. Controlar a alimentação e malhar a semana inteira,mas não malhar nada e comer o que quiser no fim de semana
Bem... se você está dentro do seu peso e não precisa mais emagrecer, mas resolveu que nos fins de semana a dieta tá liberada, o melhor a fazer então é malhar no fim de semana também. Assim você garante o crédito de notas para poder comer o que quiser no sábado e domingo. Agora, se tá precisando emagrecer, não vai dar. Tem que cuidar no fim de semana também.

3. Beliscar o dia inteiro
Se for alimentos com 0 notas, ótimo! Ajuda a encher o estômago e não compromete. Mas se você acha que pode fazer o mesmo com alimentos que tenham poucas notas, cuidado. Comer várias porções deles pode comprometer seu esforço! Soma 10 notas aqui, mais 10 de outra beliscada ali, e mais 5, depois mais 10 de novo e olha a conta aumentando e o crédito de notas indo embora. Segure a onda.

4. Ficar muito tempo à toa na frente da TV
Pessoas que passam mais de 2 horas por dia na frente da TV têm mais chance de engordar do que as pessoas que assistem meia hora por dia. Quando estamos assistindo TV nosso metabolismo descansa. Baixam os batimentos cardíacos, baixa a pressão sanguínea e isso faz com que a quantidade de calorias que nós precisamos para viver também diminua.

5. Comer rápido

Depois que a comida caiu no estômago, o cérebro leva de 15 a 20 minutos para nos mandar a mensagem para parar porque já deu. Acontece que só quando esta mensagem chega ao nosso cérebro é que nos sentimos satisfeitos. Só que quando comemos rápido, não dá tempo do cérebro mandar a mensagem de que chega e assim acabamos comendo mais do que precisamos.

6. Comer e fazer outra coisa ao mesmo tempo
Pode ser ler, ver TV, trabalhar no computador, falar ao telefone, comer andando pela rua etc etc. Dá tudo errado: você pode acabar comendo mais do que deveria; você pode acabar comendo rápido demais ; você pode acabar escolhendo o que for mais rápido e menos saudável; você pode ficar com a falsa sensação de que comeu pouco e logo vai querer comer de novo. Sossega! Afinal, se você tá gordo provavelmente é porque gosta de comer, não é? Então, valorize esse o momento!

7. Fast food, tranqueiras, porcarias 
Dê o nome que quiser, o resultado é o mesmo: roubadaça geral. Cheeseburguer, batata frita, coxinha, folhados, salgadinhos industrializados. É gordura pura, e da pior qualidade possível. Sódio também, em doses mais do que generosas. Porcentagem de nutrientes? Só aparecem na “segunda casa depois da vírgula”. Não quer dizer que você não possa comer. Mas já sabe: se comer, vai ter que abrir mão de outras coisas, por conta das notas. E, poxa, muito de vez em quando, tá?

8. Não fazer exercício algum
Só dá pra desculpar a ausência total de exercício físico quem foi terminantemente proibido pelo médico de fazer qualquer atividade. Fora isso, não tem desculpa. Qualquer atividade física ajuda a emagrecer. Não apenas porque gasta calorias, mas também porque ocupa seu tempo: afinal, 30 minutos caminhando são 30 minutos longe da geladeira! Dizer que não tem tempo? Todo mundo arranja 30 minutinhos para caminhar... Que tal assim: sábado e domingo durante uma hora (fala sério, no fim de semana dá tempo...); e dois dias na semana, por 30 minutinhos. Ainda acha que não dá? Então, durante a novela, ao invés de ficar jogado no sofá, pode ficar marchando no lugar. Isso já é exercício! E, antes de você fazer a piadinha “não vai dar porque eu não assisto novela”, preste atenção porque é sério: se nem assim deu pra convencer você a se mexer, desculpe mas tem alguma coisa de muito errado na sua vida e no seu comportamento. Se eu fosse você, refazia algumas avaliações pessoais.

9. Ficar à toa 
Ficar sem fazer nada pode até ser bom, mas pode acabar de vez com a dieta. Se você fica sem ter nada para fazer, acaba fazendo o que não deve para ocupar o tempo: vai ocupar a boca com comida. Faça qualquer outra coisa! Vai dar a tal caminhada de que falamos acima!

10. Dormir pouco
Quando você dorme menos do que o corpo precisa (recomendam-se 8 horas para um adulto), isso estimula a produção de um hormônio chamado grelina, que por sua vez estimula o apetite e o ganho de peso. Ao mesmo tempo, quando você dorme menos, inibe a produção de leptina - um hormônio que tira o apetite e ainda é responsável pela queima de calorias. Então: dormir bem e corretamente ajuda a emagrecer.

11. Falta de bom senso
Se você está mesmo levando a sua dieta a sério tem que aprender um pouquinho sobre o que come, principalmente em relação ao valor calórico, que é o item mais importante numa dieta de emagrecimento. Claro que você deve observar a qualidade do que come, em termos de nutrientes e etc. Mas tem gente que não tem paciência pra isso (o que é uma pena, mas enfim...). Então, por favor, ao menos as calorias (ou as notas, se você está fazendo a Dieta Nota 10!), tá? Por exemplo: suco de laranja é super saudável, não tem como negar. Mas também é super calórico! Um copo de suco equivale a quase 4 laranjas, o que dá 100 notas. Numa dieta de 500 notas, é praticamente uma refeição. Dá uma lida na Tabela das Notas para ficar por dentro. Siga a classificação das estrelas, que vão orientar você a fazer as melhores opções.

12. Pesar-se a toda hora
Roubada! Pese-se 1 x na semana, na mesma hora e sem roupa se possível. O melhor sempre é pela manhã, antes do café da manhã e depois de ter feito xixi. Se você ficou a noite toda sem ir ao banheiro, o peso da urina pode influenciar muito, podendo chegar a até 500g a mais.

13. Pagar refeições com cartão de crédito 
Pode parecer piada, mas é sério. Uma pesquisa feita pelo Visa chegou ao seguinte resultado: pessoas que usam cartão de crédito para pagar um almoço na semana geralmente gastam 30% a mais do que os que pagam com dinheiro ou Ticket. E, segundo os cálculos, isto pode resultar em até 2 quilos e meio a mais por ano. Ou seja: menos grana e mais peso.

14. Eliminar o café da manhã
Não faça isso. Quem toma café da manhã tem menos probabilidade de engordar e o café da manhã também ajuda as pessoas que emagreceram a manter o peso desejado. Pensa bem: você passou a noite inteira sem comer nada, e se continuar assim até a hora do almoço, provavelmente vai comer muito mais do que deveria porque a fome vai estar insuportável. E mesmo que você se controle, seu corpo, faminto e carente de energia vai acabar estocando mais calorias do que deveria, para garantir. É como se seu cérebro pensasse assim: “vou me precaver e estocar mais do que preciso porque vai que esse aÍ fica sem comer de novo, e aí quem se dá mal sou eu”
Fonte: Dieta nota 10

domingo, 3 de março de 2013

Você realmente sabe como se pesar?


balançaA balança é um grande estímulo para a sua dieta, quando bem usada.


Mas você acha que é só subir nela e ver quanto o ponteiro está marcando? Não, não é bem assim. Você precisa aprender algumas regrinhas básicas para que o resultado seja válido.
Vamos a elas.

Pergunta: qual a freqüência ideal para se pesar?
Resposta: uma vez por semana.
Por quê? Porque isso ajuda a estabelecer limites e disciplina na sua dieta, mas principalmente, leva a resultados reais. Pesar-se com muita freqüência pode levar a informações falsas, porque uma dieta segura é aquela em que você perde entre 1 e 2kg por semana, no máximo por semana. Pesar-se a todo instante pode fazer com que vários fatores extras, muitas vezes imperceptíveis, alterem o resultado.

Pergunta: onde se pesar?
Resposta: sempre na mesma balança, e de preferência, em casa.
Por quê? Porque a regulagem das balanças varia de uma para outra. Muitas coisas podem desregular uma balança (veja mais abaixo). Pense que balança é igual a relógio: nem todos marcam sempre a mesma hora.  Assim, se você se pesa em balanças diferentes, o resultado pode não ser verdadeiro. Se você puder, compre uma balança caseira, só para você. 

Pergunta: quando se pesar?
Resposta: de manhã cedo, sempre que possível.
Por quê? Por vários motivos: menos líquido acumulado no organismo; digestão já feita durante a noite; possibilidade de se pesar sem roupa, o que garante que o peso aferido é unicamente o do seu corpo. Em resumo, pela manhã você tem a oportunidade de se livrar de pesos extras: indo ao banheiro e pesando-se sem roupa.

Pergunta: quando não for possível pesar-se dessa forma, o que fazer?
Resposta: tente compensar as lacunas.
Por quê?  Porque só assim você poderá confiar no resultado e não se sentir desestimulado a continuar.
Se você não tem balança em casa: escolha um local na rua que seja confiável (sempre o mesmo!), como uma boa farmácia, a balança da academia, a casa de um amigo que cuida bem do aparelho.
Se você não pode se pesar sem roupa: escolha sempre a mesma roupa, ou ao menos o mesmo tipo de roupa. E que ela seja o mais leve possível. Tire o que puder (mesmo que esteja frio!):  procure ficar de manga curta, evite sapatos pesados como botas ou tênis (se der, fique descalço), deixe a bolsa de lado, retire acessórios como echarpes, casacos, etc.
Se não puder ser pela manhã: escolha outro horário do dia e procure mantê-lo, mas evite estar com a bexiga ou o estômago cheio. A digestão influencia muito. 

Pergunta: devo considerar gramas ou quilos perdidos?
Resposta: considere apenas diferenças a partir de meio quilo - e, melhor ainda: a partir de 1 kg.
Por quê? Porque menos do que isso é indiferente numa dieta de emagrecimento. Para você ter uma idéia, ingerir uma daquelas garrafinhas de água de 300 ml aumenta seu peso em 300 gramas – a equivalência da água é 1 grama para cada 1ml.  O melhor de tudo, é, de fato, levar em conta cada quilo perdido.  Por isso é que a Dieta Nota 10 sugere: tenha a disciplina de se pesar a cada 7 dias, no mínimo. Considere resultados semanais. Pode ter certeza de que isso vai gerar menos ansiedade. 

Pergunta: quando o peso pode não ser real?
Resposta: muitas vezes!
Por quê?  Porque existem muitos fatores  que podem alterar seu peso:
- período pré-menstrual ou durante a menstruação. Nesses períodos, costuma-se reter muito líquido, o que pode resultar em até 2kg a mais. Procure se pesar a partir do terceiro ou quarto dia a partir do fim da menstruação.
pesar-se pela manhã após um jantar com alimentos muito condimentados ou salgados. Curry, pimenta, shoyu, sal, molhos picantes, mostarda etc. Esses temperos, usados generosamente em determinados tipos de comida podem resultar em retenção de líquidos. Portanto, procure evitá-los na noite anterior.
 - pesar-se pela manhã após uma noite com vinho e bebidas destiladas. Mesmo problema: retenção de líquidos.
pesar-se quando está com problemas de intestino preso. Ficar sem ir ao banheiro por muito tempo também aumenta, de forma irreal, seu peso. Procure sempre ingerir alimentos indicados para esse tipo de problema.
pesar-se depois de suar muito. Se você suou demais na malhação, ou pegando muito sol na praia, ou derretendo na sauna, saiba que seu peso vai diminuir. Mas é só a sede bater que você vai ter que repor o líquido perdido, e seu peso vai voltar a ser o que era.
pesar-se depois de ter iniciado (ou aumentado) atividade física que exija força muscular. Exercícios físicos que aumentam a massa magra (a musculatura), como ginástica localizada e musculação, podem criar uma falsa idéia de que seu peso não mudou ou, ainda que aumentou.  O ganho de músculos pode, assim, camuflar o emagrecimento.  E esse chamado ‘ganho de musculatura’ não significa necessariamente que seus músculos estejam aumentando visivelmente de tamanho, mas sim que eles estão ficando mais rijos (você está ficando menos flácido, eba!) e, portanto, mais pesados.
Solução? Procure evitar pesar- se nesses momentos. Aguarde até tudo se normalizar e só então suba na balança outra vez.

Até que ponto se pode confiar na balança? 
Bem, em média, são vendidas por mês cerca de dez mil unidades de balanças pessoais em todo o mundo. Prova de que o instrumento tem se tornado cada vez mais necessário e, portanto, mais confiável.  Quanto às tecnologias, são inúmeras. Vão desde a utilização de sensores - que recebem a pressão exercida sobre a plataforma e enviam para o circuito da balança o impulso que se transforma em peso - até o sistema de bioimpedância, que permite a mensuração de um maior número de variáveis como a gordura, água etc.  Mas você definitivamente não precisa de tudo isso. Basta ter uma balança confiável para chamar de sua. 
Veja o que levar em conta na hora de adquirir uma balança


Tamanho da plataforma
: quem tem pés grandes pode ter um desconforto ao subir em balanças com plataforma pequena. Já as pessoas de pés pequenos podem optar por um produto menor, pois ocupa menos espaço.
Tamanho do visor: pessoas com dificuldades de visão não devem optar por visores pequenos.
Modelo: caso você goste de tudo arrumadinho, procure um modelo que combine com o ambiente em que ela ficará exposta (se ficar).
Recursos: existem no mercado produtos que oferecem uma série de recursos,  como medidores de taxa de gordura, líquidos, massa muscular, massa óssea, controle remoto, memória e gráficos de resultados. Escolha o modelo de acordo com as suas necessidades.  Mas lembre-se: se o bolso não puder acompanhar a balança que é seu objeto de consumo, contente-se com uma mais simples; informar o peso corretamente é mais que suficiente.

Cuidados que aumentam a vida útil de sua balança

- Suba na plataforma sempre com cuidado.
- Não coloque a balança no banheiro. A umidade do ambiente poderá danificar o equipamento. O quarto é uma boa opção.
- Nunca a apóie em cima de tapete. Utilizá-la em piso firme garante a precisão.
- Faça a revisão pelo menos uma vez por ano.
- Nunca use agentes químicos na limpeza do equipamento. Dê preferência a um pano levemente úmido.
Esses cuidados são essenciais não apenas para aumentar a vida útil de sua balança mas também para fazer com que ela funcione corretamente e sempre indique a você o peso real. E, não custa lembrar: existem dois grandes aliados que ajudam você a verificar se sua balança está se comportando direitinho: seu espelho e seu guarda-roupa! Com os três juntos, não tem erro!
Fonte: Dieta nota 10

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Qntdade de Açúcar nos alimentos

Já imaginou a quantidade de açúcar quee contem na maioria dos alimentos? Então,           e é nos industrializados que se encontra a maior parte de açúcar. Perigo a nossa R.A eim,, rrs, mais tudo com moderação nao prejudica tanto.!
Consumimos diariamente diversos alimentos dos quais, muitas vezes, não temos noção da quantidade de açúcar presente nos mesmos.

De acordo com os médicos, o açúcar faz tão mal quanto álcool e cigarro!
Para controlar melhor nossa alimentação saudável e não sair da dieta, é importante termos uma ideia da quantidade média de açúcar em alguns alimentos que, muitas vezes, por mais que sejam considerados diet, tem mais açúcar do que os alimentos comuns!




E é lutaaaando que se vence a guerra né guerreiros e guerreiras .. Vamo q vamo q a vitoria é nossaaa!



CUIDADO COM AS CALORIAS DO OVO DE PASCOA


Quantas calorias tem um ovo de páscoa?

 
Diamante Negro N 20 (320g) = 1.651,2 Kcal              Sonho de valsa trufado N20 (350g)= 1862 kcal


Ouro branco N 20 (375) = 1.995 kcal            Alpino N 20 (350g) = 1.890 Kcal

Lacta Grandes sucessos (345g)= 1.821,6                                     Ferreiro Rocher (250g) = 1.510 kcal


Bis branco N 15 (240) =  1.276,8 kcal                 Lacta chocolate ao leite DIET N15 (225g) = 999 kcal 


Ovo  (70% de cacau) 340g = 1836          Ovo de Páscoa Chocosoy (200g) =1088 kcal (A BASE DE SOJA, SEM LACTOSE, SEM GORDURA TRANS) E VERSÃO DIET
Ovo de páscoa organico (210g) = 1.150 kcal

O que são 1.000 kcal? Isso é muito?
Sim, isso equivale a: 250 ml de leite desnatado, 3 colheres de sopa de granola, 1 banana média, 1 maçã média, 1 pêra média, 2 fatias de pão integral, 1 fatia de mussarela, 1 fatia de presunto, 1 mamão papaya, 250 ml de suco de laranja e 4 biscoitos cream craker.

O que é uma porção de 25 g?
Na maioria dos rótulos nutricionais, uma porção de chocolate contém 25 gramas que correspondem em média a  130 kcal. Se pensarmos em uma barra de chocolate, 25 g correspondem a 3 quadradinhos e meio.

 O chocolate faz bem?
O chocolate é  fonte de magnésio, manganês, potássio, ferro, cobre e vitaminas B e E. Também contém aminoácidos como triptofano que estimula a produção de serotonina, relacionado a sensação de bem-estar. Por conter substancias semelhantes a cafeína pode ser considerado um estimulante.
Atenção, não são todos os chocolates que trazem benefícios a saúde, e sim o cacau que contem flavonoides (substancia antioxidante), responsável pelos benefícios, como a diminuição do colesterol "ruim" e prevenção de doenças. Estes oxidantes são muito sensíveis ao calor.Fonte: Daniela Menezes

Então com a pascoa chegando aí tome cuidado, evite excessos para não ''atrasar''sua R.A. :)

Bjsssssss

sábado, 16 de fevereiro de 2013

milk shake light


Que tal uma bebida refrescante, gostosa e pouco calórica... troque o seu milk shake super calórico pelo Iogo shake!
Simples, fácil e delicioso!

- 1 iogurte natural desnatado
- 1 poupa de fruta congelada (indico a de uva, frutas vermelhas, morango); se preferir pode usar a fruta congelada...

Bata tudo no liquidificador e está pronto pra tomar!
Uma delícia para o lanche da tarde!

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

CUIDADO 10 alimentos que parecem saudáveis, mas não são!



















1 - Barrinha de cereais Elas prometem ser uma ótima opção para o lanche das crianças porque são práticas de armazenar e contêm fibras – nutrientes que aumentam a sensação de saciedade, dão energia e ajudam no funcionamento do intestino e na absorção de gorduras. Pelo menos na teoria. Especialistas alertam que muitas das barrinhas de cereais que existem no mercado são, na verdade, ricas em açúcar e sódio. Para saber se a que você compra é assim, compare os ingredientes que estão no rótulo. O que vem primeiro é o que está em maior quantidade, então procure marcas em que a fibra esteja no começo da lista. Prefira as de fruta, que são menos gordurosas, e as que contêm flocos de milho, mel, aveia e castanhas. “Também fique de olho porque a lecitina de soja, substância usada para dar liga no alimento, pode causar alergia nas crianças”, alerta a nutricionista Elaine Pádua, autora do livro O Que Tem no Prato do Seu Filho? – Um Guia Prático de Nutrição Para os Pais (Ed. Alles Trade). Você pode fazer uma barrinha mais natural em casa ou substituí-la pela bananada (doce de banana em massa) sem açúcar, que também tem fibra e mais vitaminas. Nesse caso, a banana não é desidratada, como na barrinha, mantendo seus nutrientes. 

2 - Suco de caixinha Algumas dessas bebidas, também chamadas de néctar de fruta, têm tanto quanto ou até mais açúcar do que os refrigerantes. São até duas colheres de sopa a cada 200 ml, além de uma quantidade grande de sódio, substância que, em excesso, pode sobrecarregar os rins e aumentar as chances de a criança ter pressão alta no futuro. Os corantes e aromas também aparecem no suco de caixinha (inclusive nos de soja), ou seja, mais química ainda. A saída é alterná-lo com o suco natural (ou água mesmo!). Você pode dar o industrializado no lanche, por exemplo, e o caseiro, no jantar. Na lancheira térmica, o suco natural dura até três horas sem estragar. Para aumentar a duração da bebida, misture-a com água de coco, que retarda o processo de oxidação, é um hidratante natural e não tem muito sódio nem na versão das prateleiras. Outra alternativa são os sucos prontos integrais, que não têm açúcar e só precisam ser dissolvidos em água. Mas não abuse. Qualquer tipo de suco deve ser consumido no máximo duas vezes ao dia, pois são calóricos – pense que, para fazer apenas um copo do de laranja, é preciso três frutas! 

3 - Peito de peru 
Apesar de ser visto como uma alternativa melhor do que o presunto, os dois têm a mesma quantidade de sódio e gordura porque são uma mistura de carne e pele (eca!) do animal. Para conservar o produto, as indústrias usam nitritos e nitratos, substâncias químicas que, segundo algumas pesquisas, podem causar câncer se consumidas por muito tempo. Por isso, libere esses alimentos embutidos ou processados (e, nessa categoria, entra também a salsicha e a mortadela) apenas uma vez por semana, de preferência a versão sem capa de gordura. 

4 - Sobremesa láctea 
As sobremesas lácteas (como o queijo petit suisse ou aquelas sabor chocolate, baunilha...), fazem sucesso com as crianças porque são bem docinhas e saborosas. Mas não se engane pela aparência de iogurte, pois elas têm bem menos quantidade de cálcio – um mineral essencial para o crescimento e fortalecimento dos ossos, dentes e cabelos. Além disso, esses produtos são gordurosos e têm pouca proteína. “No lugar da fruta, mais nutritiva, muitos contêm aromas e corantes artificiais, que devem ser evitados nos primeiros anos de vida pois estão relacionados a uma série de problemas – de alergia à hiperatividade”, afirma Elaine Pádua. Ela explica que os corantes amarelos e vermelhos são os mais perigosos. É claro que seu filho vai querer comer essas guloseimas de vez em quando. Porém, sempre que possível, substitua por uma mistura de iogurte natural com a fruta que ele mais gosta. Basta bater essa combinação no liquidificador ou amassá-la com um garfo. Se o seu filho quiser algo mais doce, coloque açúcar mascavo. Essa preparação deve ser consumida entre 30 minutos e 1 hora. 

5 - Leite de soja 
A soja é classificada como um alimento saudável, mas nem sempre é uma boa ideia oferecê-la para as crianças. Isso porque pode ser tão alergênica quanto a lactose, presente no leite de vaca. “A soja é uma proteína de difícil digestão, por isso, pode causar alergias alimentares em crianças menores de dois anos, que têm um sistema digestivo imaturo”, afirma a nutricionista Santhi Karavias, do projeto Lancheira Saudável, em São Paulo. Alguns especialistas até questionam o nome “leite”, já que ele não oferece os mesmos nutrientes, como os aminoácidos e o cálcio. Se o seu filho tem intolerância à lactose, você já encontra bebidas com adição de cálcio. Também vale substituir por leite de arroz, amêndoa e de cabra. 

6 - Bisnaguinha Ela é molinha e fofinha graças a muuuita gordura hidrogenada! Esse tipo de pão é feito de farinha branca e açúcar, ou seja, tem poucos nutrientes e nada de fibras. Não faz mal oferecê-lo uma vez por semana, mas, nos outros dias, opte pela versão integral ou de fôrma, recheando com requeijão ou até geleia, contanto que seja sem açúcar. Os pães de padaria ou feitos em casa, naquelas panificadoras portáteis, também são ótimos substitutos, pois têm menos conservantes. Outra opção rápida e saudável: minipizza de pão sírio! Chame seu filho para ajudar você a montar essa delícia com muçarela de búfala, queijo prato ou queijo branco, tomate – pode ser o cereja, que as crianças adoram – e algumas folhinhas de manjericão fresco. Aí, é só colocar no forno em fogo baixo por 15 minutos e se deliciar. 

7 - Frozen yogurt 
Eles parecem saudáveis por conta do iogurte, que tem pouca gordura e é fonte de cálcio. Realmente são uma boa opção, mas só se a marca de frozen usar iogurte de verdade em sua formulação. “Esse ingrediente é bom porque é natural e não tem aromatizante”, explica Santhi Karavias, do projeto Lancheira Saudável (SP). Em 2011, o Proteste analisou oito lojas e constatou que apenas uma usava mesmo a bebida láctea, enquanto as outras misturavam sorvete comum ou à base de iogurte. “Esses últimos têm gordura saturada e trans, que aumentam o colesterol ruim e ainda diminuem o bom”, completa Santhi. Para se proteger dos “falsos”, analise o rótulo (quando tiver) e pergunte a porcentagem de gordura (quanto mais próxima de zero, melhor). Ah, e controle as coberturas escolhidas pelo seu filho, que costumam ser uma bomba calórica.

8 - Cereal matinal 
Já reparou no que sobra no saquinho quando acaba o cereal do seu filho? Açúcar puro. Pode ser uma boa fonte de energia, já que cada grão do cereal é um grão de milho, mas só. “É possível conseguir a mesma quantidade de carboidratos em outros alimentos, como pão integral e mingau”, explica a nutricionista Priscila Maximino, da Nutrociência, que presta assessoria nutricional, em São Paulo. Há, no entanto, opções sem açúcar (em geral, destinadas aos adultos). Você pode adicionar uma fruta, como banana ou morango, para deixar a mistura mais docinha. Depois que seu filho tiver um ano, também dá para usar mel. Se quiser usar açúcar mesmo, prefira o cristal (uma colher de chá basta), que é menos processado do que o refinado. 

9 - Empanados de frango 
Parece carne de frango, mas o empanado é o que os nutricionistas chamam de compensado, uma mistura de ingredientes nada nutritivos, como partes de frango, pele, farinha e leite em pó. Então, mesmo que você faça assado em vez de frito, ele não é saudável. Para piorar, o que dá gosto à mistura é o glutamato monossódico. “A substância realça o sabor e interfere no paladar da criança, deixando a papila gustativa acostumada a esse tipo de alimento”, conta a nutricionista funcional Gabriela Maia, do Rio de Janeiro. Muitas vezes o empanado industrializado é usado como substituto da carne de boi ou de frango, que são proteínas completas. Só que eles não são equivalentes. Uma opção é fazê-lo em casa. Não tem tempo? Então, para suprir a quantidade de proteínas da carne, que tal cozinhar cerca de quatro ovos de codorna? O preparo vai levar os mesmos cinco a dez minutos. 

10 - Produtos light e diet 
Se você tinha a impressão de que poderia consumi-los sem restrições, esqueça! Para crianças, os diet e os light são indicados apenas em casos de doenças como obesidade e diabetes. Achar que eles podem ser servidos à vontade, já que têm menos açúcar e gordura, é um erro. “Isso porque o fabricante adiciona sódio para manter o sabor. Então, melhor ingerir uma quantidade menor da versão tradicional do que o dobro da light”, orienta Virginia Weffort, nutróloga do Departamento Científico de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). E a criança precisa de energia para crescer, então não é indicado tirar totalmente o açúcar da dieta – lembrando que ele é encontrado em vários alimentos, como frutas e massas. 
Eles são saudáveis, quem diria
Atum enlatado 
A versão conservada em água em vez de óleo é fonte de ômega 3 e tem gordura boa. Bom substituto para os embutidos. 

Legumes congelados 
São práticos e têm boa conservação de nutrientes e fibras. O congelamento faz com que percam apenas um pouco de vitamina C. 

Pipoca 
É rica em fibras e substâncias antioxidantes, que podem prevenir até câncer. Mas preste atenção no preparo: de micro-ondas não vale. Faça na panela com um fio de óleo vegetal. E não exagere no sal!


FONTE:http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI330766-15149,00.html

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

ESCOLHAS

E você, já fez suas escolhas de hoje? já imaginou que para ''queimar'' 1 inofensivo milk shake voce teria que correr 10 km? O.o    10 km isso mesmo! Faça suas escolhas entao! porqueeu  a 1 mês, eu  fiz as minhas!!!! 


1º Mês de R.A

E Hoje, faz um mês que mudei minha vida totalmente. 1 mês de novas experiencias, 1 mes de novas expectativas..
Sim, o 1º mes em que eu comecei a  cuidar de mim d novo, a gostar de mim, porque quando começamos a eliminar peso, a auto estima se eleva e com ela todos os cuidados por nós.
Estouuuu muitoo Feliz, muito mesmo! porque a tempos nao me sentia assim, de bem cmg mesma! A R.A deu um novo wouup pra miinha vida, fez renascer esperanças dentro de mim que já estavam mortas a muito tempo!
E isso aí, já são 8 kg OFF em minha vida, de muitos que ainda serão OFF!!!
Agora é continuar com toda determinação porque ainda tenho que eliminar 34 kg da minha vida para seeeempre!!!

e Vamo q Vamo povão!

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Resultados da RA e AF começando a aparecer

Feliiiiz d maiiis... resultados de RA começando a aparecer.....
Tinha uma calça aqui que nem entrava em mim e agora fui experimentar entrou e fechou de boaa;.... Aaii como é bom. Axo que é a melhor parte do emagrecimento, Tantas roupas guardadas e aí com muito esforço e determinação as calças e blusinhas entram... Enfim... Muito bom
Aproveitando o post, quero deixarr o link aqui pra quem nao tem dindin pra ir a academia, de um exercicio maravilhoso que encontrei no blog da linda Cíntia do blog Magreletes (http://www.magreletes.com/)  que me fez suar muitoooooooooo..  meu Deus nunca tinha suado tanto em uma atividade física feita asssim.... Eu gostei muito... Fez uma diferença enorme no meu resultado de ontem..


Então e só issoo... bjinhus e otimo FDS...




quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Os 10 motivos mais usados para ñ começar uma dieta



Com certeza você já ouviu alguma das seguintes frases:
1-) ”Vou esperar passar as datas comemorativas e depois eu começo”.
2-) ”Primeiro vou me matricular em uma academia”.
3-) “Tenho que ir a um médico e fazer alguns exames primeiro”.
4-) “Na segunda-feira eu começo!”
5-) “Não tenho tempo para começar uma dieta ou academia”.
6-) “Estou sem dinheiro”.
7-) “Estou esperando meu marido/filho/amigo para começarmos juntos”.
8- ) “Não sei cozinhar”.
9-) “Meu namorado ( família e/ou  amigos) só fazem programas “fast food””.
10-) ”Tenho hipotireoidismo”.
Mas será que são motivos reais para você não começar a se  cuidar?
  • QUAL O MELHOR MÊS PARA COMEÇAR A DIETA?
Se você esta procurando um mês mais tranquilo para começar, logo vai perceber que ele não existe. Em dezembro temos o natal, logo depois o ano novo e para muitos, férias. Logo vem o carnaval, a páscoa, o inverno, as festas juninas, além dos aniversários, casamentos, feriados e outras datas comemorativas.
  • COMO COMEÇAR?
Se você realmente quer perde ou manter o seu peso, o jeito é começar a sua reeducação alimentar já. Primeiramente riscando a palavra exageros da sua rotina. Segundo, procure ajuda de um profissional e faça algo correto, seguro e personalizado a suas necessidades. Terceiro, tenha metas, quem não sabe onde quer chegar, não chega a lugar algum.
Um erro muito comum é começar uma dieta da internet ou de revista. A chance de sucesso (bons resultados e manutenção) é muito pequena, pois são dietas que não consideram a sua rotina, metabolismo, idade, preferência, sintomas e são muito difíceis de serem mantidas. Comece pelo básico, aumentando o consumo de frutas e verduras e dando preferência aos carboidratos integrais. Sempre se alimento em pequenas porções de 3 em 3 horas.
  • POSSO FAZER UMA DIETA SÓ DE SEGUNDA A SEXTA?
Em 1 mês (30 dias) temos em média 4 finais de semana (8 dias)
Em 1 ano (360 dias) temos 96 (sábados + domingo) = O QUE CORRESPONDE a  praticamente 1/3 DO ANO!
Isso sem contabilizarmos as sextas-feiras e feriados.  Portanto se você quer realmente perder peso, exageros devem ser evitados. Os alimentos que desfavorecem a sua meta podem ser consumidos, porém em pequenas porções e com frequências menores.
  • COMO MANTER MINHA META NO NATAL ?
Comer regularmente de 3 em 3 horas é muito importante para que você tenha um controle sobre a quantidade de alimentos, evitando um grande pico de fome.
- Evite as entradas
- Na hora da ceia, primeiramente observe as opções e faça suas escolhas.
- Comece a montar o prato pelo grupo das saladas. Elas devem ser majoritárias no seu prato: Rúcula, alface, agrião, repolho, brócolis, tomate, cenoura, etc. Torne a sua salada mais atrativa para esta data, utilizando ingredientes diferentes do seu dia a dia: alcachofra; aspargo; mussarela de búfala, tomate seco, alho poró. Incremente com frutas (manga, abacate, morango, abacaxi) e/ou oleaginosas (nozes, amêndoas, castanhas). As frutas secas também dão uma cara diferente para as saladas: uva passa, damasco seco.
Apostar na apresentação do prato é fundamental, sirva em porções e utensílios unitários. As saladas por exigirem uma maior mastigação irão favorecer a sua saciedade.
- Grupo dos carboidratos:
Arroz; batata; mandioquinha; massas; tortas; farofas, salgados e derivados da farinha.
Escolha apenas 1 do grupo e coma com moderação, ocupando no máximo ¼ do seu prato.
- Grupo das proteínas:
Peru; carne de boi; carne de porco; peixe; ovos. Novamente apenas um, com moderação.
O tamanho da porção não deve ser superior a palma da sua mão (sem os dedos).
- As frutas de final de ano, são uma ótima opção de entrada ou de sobremesa. Agora se você não resiste a um doce, lembrem-se: eles contêm muito açúcar, que pertence ao grupo dos carboidratos.
- Não repita o prato ou a sobremesa. A 10ª garfada tem o mesmo gosto da primeira, porém com um resultado totalmente diferente.
- As bebidas alcoólicas também podem prejudicar o seu objetivo, beba com moderação, intercale com água e nunca perca a conta de quantos copos você tomou.
- A mastigação é fundamental para saciedade, consequentemente uma menor ingestão de alimentos.
- Lembre-se, o natal é apenas um dia do ano, não uma semana natalina, portanto no outros dias volte a sua rotina, dando preferências aos carboidratos integrais, carnes mais magras como os peixes e o tradicional feijão.
Estas orientações também servem para outras datas comemorativas.
Fonte: Daniela Mendes Tobaja - CRN3 27602 -